Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

LUCAS OTÁVIO, meio-campo ex-PSTC-PR, Ituano-SP, Avaí-SC, Paraná Clube, Santos Futebol Clube.

 

Lucas Otávio Veiga Lopes, o Lucas Otávio nasceu no dia 09/10/1994 na cidade de Bandeirantes no Estado do Paraná.

O sonho de ser jogador de futebol começou cedo, em Bandeirantes (Interior do Paraná).

Com oito anos, Lucas já jogava Futsal em um time da Cidade.


Sabendo de suas capacidades, o garoto revelou ao pai. "Quero jogar futebol de campo, preciso de uma chance".

SANTOS

Lucas Otávio chegou ao Santos com 12 anos após enfrentar o Peixe em uma partida com o time de sua cidade, o BEC, Bandeirantes Esporte Clube.

O garoto agradou a comissão técnica santista e foi convidado a mudar para o litoral paulista.

O jovem volante integrou as categorias de base do Peixe no início de 2006.

 

O jogador foi importante para o time em todas as categorias que disputou.

No principio, dividiu sua atenção entre o futsal e o futebol de campo.

Disputou várias competições em ambas as modalidades, e muito de sua habilidade e controle de bola vem dessa época em que disputava partidas na quadra.

 

Mas quando chegou aos 15 anos e teve que optar pelo salão ou pelos gramados, aderiu a segunda opção.

Lucas foi o comandante do meio-campo do Santos no vice-campeonato paulista sub-17 em 2011.

Sinal de que tomou a decisão correta.

Quando está na defensiva, é um forte volante marcador.

Na ofensiva, destaca-se pela armação de jogadas.


Na Copinha


Apesar de naturalmente atuar como meia-atacante, Lucas foi escolhido por Claudinei Oliveira para atuar como volante na Copinha devido ao seu bom passe e velocidade de recuperação.

A ideia era formar um meio-campo sem nenhum jogador excessivamente defensivo — o outro volante, Leandrinho, também era um meia de postura mais ofensiva que acabou utilizado na posição, com Bruno Lamas e Pedro Castro jogando mais próximos do ataque.

Apesar de ainda esguio fisicamente (tem 1,64m e 61kg), o jogador conseguiu se destacar por seu poder de marcação e foi um dos principais ladrões de bola do elenco santista.

Apesar da eliminação precoce, foi um dos bons nomes da campanha do time que nos primeiros quatro jogos marcou 14 gols — alguns deles iniciados pelos pés do próprio Lucas Otávio — e não sofreu nenhum.

 

Quase profissional

Lucas tinha a expectativa de subir aos profissionais quando o técnico Muricy Ramalho revelou que aproveitaria dois jogadores do elenco da Copinha.

Os escolhidos foram Pedro Castro e o lateral-esquerdo Paulo Henrique, mas o paranaense não ficou de mãos abanando.

Afinal, antes da competição, o empresário e procurador do garoto, o ex-jogador Robert, já havia sido contatado pela diretoria sobre uma possível profissionalização do atleta após a Copa SP caso o garoto agradasse — Lucas era o único dos titulares que não possuía contrato profissional.

Resultado: o meia/volante está muito perto de assinar um vínculo de três anos com o Peixe.

Lucas Otávio tem se mostrado confiante na possibilidade de ser aproveitado pelo time profissional.

Sabe que terá que esperar, mas o histórico santista no aproveitamento de jogadores da base — só para a posição, o alvinegro praiano tem Adriano e Anderson Carvalho, ambos formados na Vila Belmiro — é, por si só, motivador.

Além de atuar pelo clube, o jogador particpou de competições escolares na Baixada Santista (Região litorânea do Estado de São Paulo).

Em 2007, o aluno do Colégio Santa Cecília foi artilheiro das Copas CNA e TV Tribuna de Futsal.


Pelo Santos FC, Lucas foi Campeão Regional de Futsal (dezembro de 2007).

Nos gramados, teve suas apresentações reconhecidas, após ser escolhido para a seleção do 28º Encontro de Futebol Infantil Pan-americano (EFIPAN), em janeiro de 2008.


Depois de ter seu talento reconhecido em 2007, o jogador foi escolhido o melhor ala de Futsal, de acordo com a Federação Paulista.

O volante/ala foi premiado com o Troféu Tênis de Ouro.

Lucas Otávio foi bicampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2013 e 2014.

Sendo eleito o melhor jogador a final da Copa São Paulo de 2014 e o craque do campeonato no mesmo ano.

Além da Copa do Brasil Sub-20 de 2013, um Paulista Sub-15 de 2009, um Paulista Sub-17 de 2010 e um Paulista Sub-20 de 2012.

Em abril de 2012, ele assinou um contrato profissional de três anos com o Santos.

Em julho de 2013, ele foi promovido ao time principal.

No dia 24 de julho de 2015, ele fez sua estreia na vitória contra o CRAC por 2 a 0 pela Copa do Brasil de 2013.

Empréstimos ao Paraná

Em 5 de Junho de 2014, Lucas Otávio foi emprestado ao Paraná para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Por decisão do treinador Claudinei Oliveira, ele acabou perdendo o seu lugar para Ricardinho, seu empréstimo foi interrompido em 26 de novembro devido a uma lesão.

Lucas Otávio voltou para Santos em 2015, sendo definitivamente incluído no plantel principal do clube. Participou de onze jogos pelo Campeonato Paulista de 2015 e fez sua estreia pelo Campeonato Brasileiro de 2015 no dia 17 de maio, na vitória por 1 a 0 em casa contra o Cruzeiro.

Em março de 2016, Lucas Otávio foi novamente emprestado ao Paraná.

 

Empréstimo ao Avaí


No dia 6 de março de 2017, o Avaí, à pedido do técnico Claudinei Oliveira, acertou com o Santos o empréstimo de Lucas Otávio ao clube catarinense.

 

Ituano-SP

Em 2018 jogou no Ituano.

 

PSTC-PR

Em 2019 jogou no PSTC.

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

Entrevista exclusiva de Lucas Otávio para O Historiador do Futebol,

acervo www.historiadordofutebol.com.br

santosfc.com.br

santos.globo.com;

olheiros.net;

ademirquintino.com.br

 

 

 

 

Abaixo Lucas Otávio e Marcelo Dieguez após a entrevista

 

 

 

"Lucas Otávio, você faz parte da história do futebol, e eu seu Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".