Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ademarpanteranoflamengo1967a

 

 

ADEMAR PANTERA EX-ATACANTE DO FLAMENGO-RJ, PALMEIRAS-SP, PRUDENTINA-SP, FLUMINENSE-RJ, CORITIBA-PR, SELEÇÃO BRASILEIRA.

ademarpanteranoflamengo1967b

Ademar Miranda Junior, o Ademar Pantera nasceu no dia 31/10/1941 na cidade de São Paulo-RJ.

Ademar Pantera jogava na posição de atacante.

PRUDENTINA-SP

Iniciou a carreira na Prudentina.

ademarpanteranaprudentina1a

Foi apelidado de "Pantera" em virtude de seu porte físico e disposição em defrontar as retaguardas adversárias.

Abaixo a Prudentina da década de 60, onde vemos em pé: Jogador não identificado, Vicente, Fernandinho, Celso Paiane, Mauri e Glauco. Agachados: Tomás, Ademar Pantera, Cláudio Garcia, Rubens e Diogo. Foto enviada por Celso Paiane

ademarpanteranaprudentina1

 

Em 21 de maio de 61, Corinthians-PP e Prudentina empataram em 2 a 2, em imagem do fotógrafo Pachá. Em pé, identificamos, da esquerda para a direita, Fernandinho (o terceiro), Vicente (o quarto) e Celso Payane (o último). Agachados, também da esquerda para a direita, Ademar Pantera é o segundo, seguido por Cláudio Garcia, Dr. Rubis e Tomás.

ademarpanteranaprudentina2

 

Após quatro anos na Prudentina, conquistou a terceira e a segunda divisões estaduais, chamando a atenção dos dirigentes palmeirenses.

PALMEIRAS-SP

Pelo Palmeiras, na década de 1960, destaque na Gazeta Esportiva Ilustrada. Foto: Reprodução

ademarpanteranopalmeiras7

Ademar Pantera depois foi jogar no Palmeiras em 1964.

Salão de troféus do Palmeiras, 1964: Ademar Pantera (o primeiro), o técnico Aimoré Moreira (o terceiro), Djalma Santos (penúltimo) e Arnaldo Tirone (o último). Era a apresentado do matador Pantera, contratado junto à Prudentina.

ademarpanteranopalmeiras4

 

Foi artilheiro máximo do Torneio Rio-São Paulo de 1965.

Logo em seu segundo ano no Verdão, fez um Torneio Rio-São Paulo primoroso, se sagrando campeão e artilheiro – marcou 14 vezes em 11 jogos.

Abaixo o Time do Palmeiras, em pé, da esquerda para a direita: Rubens Caetano, Valdir Joaquim de Moraes, Tarciso, Djalma Dias, Dudu e Ferrari. Agachados: Julinho Botelho, Ademar Pantera, Picolé, Ademir da Guia e Tupãzinho. Foto: arquivo de Valdir Joaquim de Moraes

ademarpanteranopalmeiras1

 

O Palmeiras e sua linda camisa branca no Palestra Itália lotado. Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Valdir Joaquim de Moraes, Tarciso, Djalma Dias, Ferrari e Zequinha. Agachados: Ademar Pantera, Servílio, Tupãzinho, Ademir da Guia e Nilo. Foto: arquivo de Valdir Joaquim de Moraes

ademarpanteranopalmeiras2

 

Em pé: Djalma Santos, Valdir de Moraes, Procópio, Djalma Dias, Zequinha e Ferrari. Agachados: Jairzinho, Ademar Pantera, Servílio, Dudu, Rinaldo e o massagista Reis

ademarpanteranopalmeiras3

 

Abaixo vemos Jairzinho, Ademar Pantera, Servílio, Dudu e Rinaldo.

ademarpanteranopalmeiras5

 

Em sua época de Palmeiras, mais precisamente em 1964: Ademar Pantera e seus mascotes.

ademarpanteranopalmeiras6

Ademar Pantera atuou na partida que o Palmeiras representou a Seleção Brasileira frente à Seleção Uruguaia.

A foto é do dia 7 de setembro de 1965, quando o Palmeiras-CBD goleou o Uruguai por 3 a 0. Pantera ficou no banco.

ademarpanteranaselecaobrasileira3

 

Ademar não foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 1966 por ter tido uma fratura infligida por Baldocchi, do Botafogo de Ribeirão Preto.

Jogos:

135 (81 vitórias, 24 empates e 30 derrotas)

Estreia: Palmeiras 3x4 Botafogo (03/05/1964)

Último jogo: Palmeiras 2x3 Portuguesa (10/04/1968)

Gols: 87

Primeiro gol: Palmeiras 1x1 Bancária-SP (24/06/1964)

Último gol: Palmeiras 4x1 Universidad Católica-CHI (21/03/1968)

Principais títulos:

Torneio Rio-São Paulo em 1965; Campeonato Paulista em 1966

Jogou de 1964 até 1967, onde foi jogar no Flamengo.

Voltou ao Palmeiras em 1968, onde jogou até o dia 10/04/1968.

 

SELEÇÃO PAULISTA

Nesta Seleção Paulista de 1965, estão em pé: Djalma Santos, Lima, Dias, Clóvis, Ditão e Suly. Agachados: Mário Américo, Dorval, Prado, Ademar Pantera, Nair, Rinaldo e o massagista Jair

ademarpanteranaselecaopaulista1

 

FLAMENGO-RJ

Em 1967 se transferiria para seu clube de coração,o Flamengo.

ademarpanteranoflamengo1967a 

Seu primeiro jogo no Flamengo foi no dia 15/02/1967

Seu último jogo no Flamengo foi no dia 26/11/1967

Em seu histórico, Ademar Pantera participou de 44 jogos pelo Flamengo, sendo 11 vitórias, 10 empates e 23 derrotas.

Ademar Pantera marcou 32 gols pelo Flamengo.

ademarpanteranoflamengo1967d

 

flamengo1967b

 

Ademar Pantera comemorando um gol pelo Flamengo

ademarpanteranoflamengo1967c

 

Ademar Pantera na capa da Revista do Esporte, 423

ademarpanteranoflamengo1

 

 

FLUMINENSE-RJ

Depois jogou no Fluminense em 1968.

Capa da Revista do Esporte, 484, de 1968, com Ademar Pantera, no Fluminense, e Edson Cegonha, no Corinthians

ademarpanteranofluminense2

 

 

ademarpanteranofluminense1

 

CORITIBA-PR

Depois jogou no Coritiba, onde encerrou a carreira em 1969.

Abaixo Ademar Pantera figurinha do Álbum de figurinhas do Campeonato Paranaense de 1969, enviada pelo Historiador Luiz Fernando Evaristo.

ademarpanteranocoritiba1a

 

Coritiba Campeão Paranaense de 1969.

Em pé: Roderlei, Paulo Vecchio, Nico, Modesto, Joel Mendes e Nilo; Agachados: Passarinho, Lucas, Kruger, Ademar Pantera e Rinaldo.

 

SELEÇÃO BRASILEIRA

ademarpanteranaselecaobrasileira2

Foi Campeão pela Seleção Brasileira no Campeonato Sulamericano de Acesso de 1962.

Em pé, da esquerda para a direita: Esnel, Cláudio Cortegiano, Clóvis, Vicente, Roberto, Gilberto e o massagista Bianchi. Agachados, da esquerda para a direita: massagista Santana, Adamastor, Paulinho, Ademar Pantera, Bibe e Neves. Foto: Gazeta Ilustrada

ademarpanteranaselecaobrasileira1 

 

Após o fim da carreira, Ademar ainda atuaria pelos veteranos do Verdão e trabalhou em escolinhas de futebol da Prefeitura de São Paulo.

Ademar faleceu com certa mágoa dos dirigentes palmeirenses pois eles nunca o ajudaram.

Morreu no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo após lutar por vários anos contra uma doença muscular degenerativa.

 

 

Títulos


Prudentina
Campeonato Paulista da Terceira Divisão: 1 (1960)
Campeonato Paulista da Segunda Divisão: 1 (1961)


Palmeiras
Torneio Rio-São Paulo: 1 (1965)
Campeonato Paulista: 1 (1966)


Coritiba
Campeonato Paranaense: 1 (1969)


Seleção Brasileira de Acesso
Campeonato Sul Americano de Acesso: 1962

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

acervo www.historiadordofutebol.com.br;

www.flaestatistica.com

www.palmeiras.com.br 

pt.wikipedia.org

terceirotempo.uol.com.br

 

 

 

ademarpantera100

 

"Ademar Pantera, você faz parte da história do futebol, e eu Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".