Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ache1925a

 

LUIZ ACHÉ, OU ACHÉ EX-ATACANTE DO FLAMENGO-RJ, BOTAFOGO-RJ, SÃO PAULO FC, PAULISTANO-SP, A.A. PALMEIRAS-SP, COMERCIAL DE RIBEIRÃO PRETO-SP, YPIRANGA-SP

ache1925

 

Luíz Aché, ou Aché, foi um jogador de futebol que jogava na posição de atacante.

No seu histórico não foi encontrado data e local de nascimento.

Provavelmente nasceu na cidade de São Paulo-SP.

 

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DAS PALMEIRAS-SP

Começou a carreira jogando na Associação Atlética das Palmeiras-SP.

Abaixo recorte de Jornal do Jogo da A.A. das Palmeiras 3x2 A.A. São Bento, onde Luiz Aché fez os 3 gols de seu time, no dia 22/05/1921, antes da partida principal houve partida do torneio juvenil.

luizachenaassociacaoatleticapalmeirassp22051921

 

COMERCIAL DE RIBEIRÃO PRETO-SP

Em 1922 já estava jogando no Comercial de Ribeirão Preto-SP.

Abaixo recorte de Jornal da goleada do Comercial de Ribeirão Preto 7x1 Socorrense do dia 15/01/1922.

luizachenocomercialderibeiraopreto15011922a

 

FLAMENGO-RJ

luizachenoflamengo1922

 

ache1925

Ainda em 1922 foi jogar no Flamengo, onde temos abaixo o histórico de jogos de Aché.

Aché

Nome: Luíz Aché

Data de Nascimento: Não disponível

Local de Nascimento: Não disponível

Posição: Atacante

Jogos: 34

Primeiro jogo: 16/07/1922

Último jogo: 21/11/1926

Vitórias: 16

Empates: 10

Derrotas: 8

Gols: 25

Primeiro jogo:

16/07/1922  Flamengo 4 X 1 Andarahy (RJ)   

Estádio Barão de São Francisco/Rio de Janeiro/RJ   

Campeonato Estadual de 1922

 

Primeiros 2 gols:

28/09/1924 Flamengo 8 X 1 América(MG)   

Estádio Não disponível/Belo Horizonte/MG      

Amistoso Nacional de 1924

Gols: Junqueira(3), Nonô(3), Aché(2)

 

Em 1925 em um Fla-Flu, Aché faz um golaço na saída da bola, onde ficou marcado em uma matéria de jornal como um dos gols mais bonitos do futebol carioca.

luizachegolpeloflamengoem1925emumflaflu

 

Abaixo o Flamengo de 1925, onde vemos Aché em pé, sendo o terceiro da direita para a esquerda

Todos jogadores em ordem, em pé da esquerda para a direita: Hermínio, Candiota, Moderato, Newton, Vadinho, Aché, Nonô, e Angenor; 

Agachados da esquerda para a direita: Hélcio, Pennaforte, Batalha, Eurico e Borba

flamengo1925a

 

Abaixo outra foto do Flamengo de 1925, onde vemos Aché em pé, sendo o primeiro da direita para a esquerda

flamengo1925b

 

 

 

Data: 21/11/1926

Partida: Flamengo 1 X 5 São Cristóvão(RJ)

Local: Rua Paissandú/Rio de Janeiro/RJ

Competição: Campeonato Estadual de 1926

 

Flamengo 2 x 2 Vasco

Data: 13 de junho de 1926

Campeonato Carioca - 1º Turno

Estádio: Rua Paissandu

Gols do Flamengo: Fragoso e Aché

 flamengo1926a1

Time que jogou: Amado, Pennaforte e Hélcio; Favorino, Flávio Costa e Hermínio; Allemand, Aché, Nonô, Fragoso e Moderato (Vadinho).

Obs: Na foto só aparecem 9 jogadores.

 

Flamengo 1 x 1 Fluminense

Data: 20 de junho de 1926

Campeonato Carioca - 1º Turno

Estádio: Rua Paissandu

Time que jogou: Amado, Pennaforte e Hélcio; Favorino, Flávio Costa e Moura; Allemand, Aché, Nonô, Fragoso e Moderato (Angenor).

flamengo 1926 hv 

 

 BOTAFOGO-RJ

Em 1927 Luiz Aché foi jogar no Botafogo.

Abaixo súmula do jogo em que Aché marca 2 gols pelo Botafogo.

20/03/1927 - BANGU 0 x 5 BOTAFOGO

FICHA TÉCNICA
Competição:
Amistoso Estadual
Local:
Laranjeiras
Árbitro:
Arthur de Moraes e Castro
Baby, Couto e Octacílio; Alfredinho, Almo e Sonô; Ariza, Nequinho, Nilo, Aché e Orlando.
Mattos, Áureo e Luiz Antônio; César, Glória e Zé Maria; João, Ladislau, Plínio, Astrogildo e Antenor.
No 1º tempo: Neco e Aché. No 2º tempo: Aché e Neco (2).

 

O grande match interestadual de anteontem. O Palestra derrotou o São Cristóvão por 2 x 0.

Na preliminar, o Botafogo derrotou o Bangu por 5 x 0
Fonte: Jornal do Brasil

A prova preliminar

Preliminarmente jogaram as equipes principais do Botafogo e do Bangu.

O time alvinegro jogou muito mais que o seu adversário, mostrando-se muito bem treinado e acabou vencendo por 5 x 0.

O Bangu ressentiu-se muito da falta de treino, entregando-se no 2º tempo.

No Botafogo brilharam Almo – um ótimo center-half, Octacílio, Sonô, Neco e Aché. Baby pouco teve que fazer.

Do Bangu, os melhores foram: Antenor, Luiz Antônio, Plínio e Glória.

As equipes entram em campo assim constituídas:

Botafogo: Baby, Couto e Octacílio; Alfredinho, Almo e Sonô; Ariza, Nequinho, Nilo, Aché e Orlando.

Bangu: Mattos, Áureo e Luiz Antônio; César, Glória e Zé Maria; João, Ladislau, Plínio, Astrogildo e Antenor.

De início, o Bangu atacou fortemente mas nada conseguiu.

O Botafogo reage, mas nada consegue.

Numa investida do Bangu, Antenor, que volta a jogar como nos velhos tempos, só por infelicidade não marca um ponto, tendo chutado no lado da rede.

Aos 15 minutos, o Botafogo começa a se assenhorar do jogo. Ao ser tirado um córner, cometido sem necessidade por Áureo, Nequinho recebe a bola, rebatida de cabeça por Glória, e consegue aninhá-la na rede do Bangu, marcando o 1º gol do Botafogo.

O Bangu dá a saída e vai ao ataque, nada conseguindo, porém.

Em um fraco ataque do Botafogo, Aché desvia a bola e Mattos, ao tentar detê-la, deixa-a escorregar das mãos, aninhando-se mansamente nas redes. Era o 2º gol do Botafogo.

Dada nova saída, o jogo movimenta-se por mais alguns minutos, quando o juiz apita terminando o primeiro meio-tempo. Vencia o Botafogo por 2 x 0.

No 2º tempo, o Botafogo mantém a mesma constituição do primeiro tempo e o Bangu substituiu Astrogildo e César por Octacílio e Oswaldo.

Num ataque do Botafogo, Mattos pratica linda defesa de um chute de Nequinho.
O Botafogo vai ao ataque e Aché, recebendo um passe de Nequinho, que Áureo não pôde interceptar, marca com forte chute o 3º gol do Botafogo.

Continuando o Botafogo no ataque, Aché faz mais um gol, que não foi válido por ter a bola tocado em Nilo, que se achava em off-side.

O jogo está em meio do campo, quando Nequinho apanha uma escapada e com forte chute rasteiro, no canto direito, marca o 4º gol do Botafogo.

Almo machuca-se e sai de campo, sendo substituído por Rogério. Alguns instantes depois, Nequinho, recebendo um magistral passe do center-half, consegue o 5º gol do Botafogo.

Num ataque do Bangu, Antenor fecha pela esquerda e ao se aproximar do gol de Baby dá a João o mais bem calculado passe de que este não sabe se aproveitar.
Com ataque do Botafogo, termina a partida com a vitória alvinegra por 5 x 0.

 

Abaixo o Time do Botafogo, na partida amistosa: Botafogo 1x1 Vasco no dia 27/03/1927, escalação: Baby, Alemão, Octacilio, Alfredo, Almo, Rogério, Ariza, Neco, Joãozinho, Aché e Claudionor.

luizachenobotafogoxvasco27031927a

 Foto: Revista O Malho

 

Abaixo o Time do Botafogo, no Torneio Início no dia 24/04/1927, com a seguinte formação: Neiva, Couto, Alemão, Jeronimo, Alfredinho, Rogério, Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.

luizachenobotafogonotorneioinicio24041927a

 Foto: Revista O Malho

Abaixo o Time do Botafogo, na partida contra o Fluminense no dia 05/06/1927: Neiva, Couto, Octacilio, Pamplona, Almo, Rogério, Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.

luizachenobotafogoxfluminense05061927a

 Foto: Revista O Malho

Abaixo o Time do Botafogo, na partida contra o Vasco, Botafogo 1x1 Vasco no dia 24/07/1927, onde o gol do Botafogo foi marcado por Aché: Baby, Couto, Octacilio, Pamplona, Almo, Rogério, Ariza, Nilo, João, Aché (Maciel) e Claudionor.

luizachenobotafogo1x1vasco1927

 Foto: Revista O Malho

Luiz Aché participou da goleada abaixo onde deixou seu gol no Villa Isabel

BOTAFOGO 8x1 VILLA ISABEL (RJ)
Competição: Campeonato Carioca de 1927
Botafogo: Neiva, Couto e Octacílio; Pamplona, Almo e Rogério (Jerônymo); Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.
Gols: Nilo (6), Claudionor e Aché.


Excursão do Botafogo em 1927

luizachenobotafogoexcursaoaonorte1927 1928
.
A 17 de novembro de 1927, a bordo do paquete ‘Pedro I’, a delegação do Botafogo empreendeu uma excursão a Belém do Pará, chefiada pelo glorioso Flávio Ramos, que levava consigo o secretário Alarico Maciel e o adido Sylvio Bernardes.

A equipa era treinada por Ramon Platero e agregou os seguintes jogadores para a viagem ao norte: Neiva, Baby, Clóvis, Alemão, Otacílio, Orlando, Nestor, Alberto, Aguiar, Pamplona, Rogério, Macarroni, Ariza, Neco, Nilo, Aché, Claudionor e Alkindar (tendo Póvoa seguido depois). Baby e Nilo embarcaram lesionados e Póvoa seguiu mais tarde.

Nesta excursão o Botafogo apresentou as suas recentes aquisições: Póvoa e Alberto, que se sagraram campeões cariocas pelo São Cristóvão em 1926, e o médio Aguiar, oriundo do Paulistano, que ficou conhecido como o ‘passes de veludo’.

A 24 de novembro de 1927 o Botafogo aportou em Belém e hospedou-se no Grande Hotel, sob a égide oficial do Governador Dyonisio Bentes. Três dias depois, a 27 de Novembro, o Glorioso estreou-se contra o Clube do Remo, iniciando uma série invicta por terras do norte brasileiro. Eis a síntese dos encontros em Belém:

27.11.1927
» Botafogo 5x1 Clube do Remo
» Gols: Ariza (2), Neco, Alkindar e Claudionor (Botafogo); Santana (Remo).
» Equipa: Neiva, Alemão e Otacílio; Alberto, Aguiar e Rogério; Ariza, Neco, Alkindar, Aché e Claudionor.

01.12.1927
» Botafogo 3x1 Combinado Paraense (*)
» Gols: Ariza, Aché e Nilo (Botafogo); Santana (Combinado).
» Equipa: Neiva, Orlando Pessoa e Otacílio; Alberto, Aguiar e Rogério; Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.
(*) Clube do Remo, Paysandu e União Esportiva.

04.12.1927
» Botafogo 6x2 Paysandu
» Gols: Nilo (4), Alkindar e Aché (Botafogo); Cobrador e Oscar (Paysandu).
» Equipa: Neiva, Póvoa e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Alkindar, Nilo, Aché e Claudionor.

08.12.1927
» Botafogo 3x1 União Esportiva
» Gols: Nilo (2) e Neco (Botafogo).
Equipa: Neiva, Póvoa e Otacílio; Rogério, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.

11.12.1927
» Botafogo 2x0 Combinado Paraense (*)
» Gols: Nilo (2).
» Equipa: Neiva, Póvoa e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.
(*) Remo e Paysandu.

15.12.1927
» Botafogo 2x1 Clube do Remo
» Gols: Claudionor e Nilo (Botafogo).
Equipa: Neiva, Orlando e Otacílio; Macarroni, Aguiar e Roberto (Alberto); Ariza, Alkindar, Nilo, Aché e Claudionor.

A 17 de dezembro de 1927, a bordo do ‘Comandante Ripper’, a delegação botafoguense partiu para São Luís, Maranhão, jogando no dia seguinte. Eis a ficha do jogo:

18.12.1927
» Botafogo 6x0 Seleção Local
» Gols: Rogério (2), Ariza, Alkindar, Aché e Claudionor.
» Equipa: Neiva, Alemão e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Alkindar, Rogério, Aché e Claudionor.

Seguidamente o Botafogo ruma ao Recife, reencontrando novamente uma exaltada torcida que já acolhera efusivamente o nosso clube na excursão de 1919, já relatada no blogue Mundo Botafogo. Nestor e Neco eram os dois únicos jogadores de 1919 que regressaram ao Recife, sendo agora dois experientes jogadores e não as jovens promessas de oito anos antes. Eis a síntese dos encontros no Recife:

25.12.1927
» Botafogo 4x0 Torre
» Gols: Claudionor (2), Neco e Nilo.
» Equipa: Neiva, Alemão e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.

29.12.1927
» Botafogo 1x0 Santa Cruz
» Gol: Aché.
» Equipa: Neiva, Póvoa e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco, Alkindar (Nilo), Aché e Claudionor.

01.01.1928
» Botafogo 5x1 Sport
» Gols: Nilo (3), Aché e Neco (Botafogo).
» Equipa: Neiva, Alemão e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.

06.01.1928
» Botafogo 1x1 América (*)
» Gol: Nilo (Botafogo); George (América)
» Equipa: Neiva, Alemão e Otacílio; Alberto, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco, Nilo, Aché e Claudionor.
(*) Aos 86 minutos o árbitro assinalou grande penalidade contra o Botafogo, que abandonou o campo em protesto; George converteu a falta para a baliza vazia e empatou o jogo.

No dia 12 de Janeiro de 1928, trazendo consigo uma campanha invicta, o Botafogo regressou ao Rio de Janeiro no paquete ‘Pará’.

O Botafogo obteve um saldo de 10 vitórias e 1 empate, 38 gols marcados e apenas 8 sofridos. A artilharia distribuiu-se do seguinte modo: Nilo, 15 gols; Aché e Claudionor, 5 gols cada; Ariza e Neco, 4 gols cada; Alkindar, 3 gols; Rogério, 2 gols.

Texto e pesquisa de Rui Moura (blog Mundo Botafogo)

mundobotafogo.blogspot.com

Aché foi na Excursão para Juiz de Fora com o Botafogo para disputar a Taça Senador Azevedo no jogo contra o Tupynambás, viagem no dia 09/03/1928

luizachenobotafogo09031928c

 

Abaixo o Time do Botafogo que jogou no Torneio Início realizado no dia 01/04/1928, com os seguintes jogadores: Baby, Rogério, Octacílio, Alberto (Cotia), Aguiar e Pamplona, Ariza, Neco, Nilo (Almir), Aché e Juca.

luizachenobotafogo01041928

Foto= Revista O Malho

Abaixo o Botafogo que jogou com o Fluminense no dia 22/04/1928 pelo primeiro turno do campeonato carioca: Neiva, Octacilio, Orlando, Rogério, Cotia, Pamplona, Ariza, Neco, Juca (Alkindar), Aché e Benedicto.

luizachenobotafogo22041928

Foto= Revista O Malho

BOTAFOGO 13x1 VILLA ISABEL (RJ)
Competição: Campeonato Carioca de 1928
Botafogo: Neiva, Rogério e Octacílio; Cotia, Aguiar e Pamplona; Ariza, Neco (Henrique), Juca da Praia, Aché e Benedicto.
Gols: Benedicto (5), Juca da Praia (3), Aché (2), Neco (2) e Ariza.

Abaixo artigo de Jornal de 1929 noticiando que Luiz Aché continuaria no Botafogo.

 luizachenobotafogo1929

 

CLUBE ATLÉTICO ACADEMICOS DE MEDICINA-RJ

Luiz Aché também estudava medicina, onde também jogou Campeonatos Academicos, pelo Clube Atlético de Academicos de Medicina do Rio de Janeiro.

Começou a medicina em São Paulo, depois transferiu para o Rio de Janeiro.

Abaixo um recorte de jornal de 1922 que ele jogando pela Medicina jogou com a camisa do Paulistano.

luizachejogapelopaulistanoem1922a

Abaixo já no Rio de Janeiro no jogo Academicos cariocas x Academicos Paulistas

luizachedobotafogonojogoacademicosrjxacademicossp28061927

Abaixo já no Rio de Janeiro

luizachenoclubeatleticoacademicosdemedicina1928

Abaixo já no Rio de Janeiro em 27/10/1928 quando ele jogava no Botafogo

 luizachenoclubeatleticoacademicosdemedicina27101928

 

PAULISTANO-SP

No dia 11/09/1929 a diretoria da Liga de amadores de futebol, concedeu passe a Luiz Aché, e seus irmãos Augusto Aché e Phelippe Aché Junior do Clube Atlético Paulistano.

luizachenocapaulistano15091929a

 

No dia 21/01/1930 faleceu sua mãe

luizachefalecimentodesuamae21011930

 

PAULISTANO-SP

Em abril de 1930 Luiz Aché foi Inscrito na APEA pelo Clube Atlético Paulistano.

luizacheinscricaonopaulistano041930

ÉDEN LIBERDADE-FC DE SÃO PAULO

No dia 02/03/1930 Luiz Aché joga pelo Éden Liberdade F.C. de São Paulo

luizachenoedenliberdadesp02031930

 SÃO PAULO-FC

No dia 15/08/1930 chega na tesouraria da APEA pedido de inscrição de Luiz Aché para o São Paulo F.C.

luizacheinscricaonosaopaulofc15081930

 

No dia 01 de setembro de 1930 chega ao São Paulo F.C.

luizachenosaopaulofc01091930

 YPIRANGA-SP

Luiz Aché vai jogar no Ypiranga-SP, inscrevendo-se no clube no dia 243/02/1931.

 luizacheinscricaonoypirangasp24021931

 

Luiz Aché faleceu no dia 01/06/1932 na cidade de Campos do Jordão-SP

luizachefalecimento01061932

 

luizache100a1

luizache10003061932

luizache10003061932a

 

Abaixo homenagem a Luiz Aché antes do jogo do Botafogo

luizachehomenagemaofalecimentojogobotafogo07061932

 

 

TÍTULOS

PELO FLAMENGO 

1922 Torneio Início do Rio de Janeiro
1922 Taça Elias
1922 Troféu América Fabril RJ
1923 Troféu Carioca F.C. RJ
1923 Troféu Petropolitano RJ
1923 Taça Modesto Leal RJ
1923 Taça Palestra Itália MG
1924 Troféu Flamengo x Villa Nova (Nova Lima - MG)
1925 Troféu Agência Hudson PE
1925 Troféu Prefeitura de Recife
1925 Campeonato Carioca
1925 Troféu Torre Sport Club PE
1925 Troféu Jornal do Commércio de Pernambuco PE
1925 Troféu Sérgio de Loreto PE
1925 Troféu Joalheria Louvre
1925 Troféu Casa Krause
1925 Taça de Irmandade de São Sebastião
1926 Taça Oscar da Costa
1926 Troféu Muquiense F.C. (ES)

 

Pelo Botafogo


27 de novembro de 1927 – 5 x 1 Remo (PA). Taça Dr. Guilherme Paiva (Belém).
1 de dezembro de 1927 – 3 x 1 Combinado Paysandu / Remo / União Sportiva (PA). Taça Minerva (Belém).
4 de dezembro de 1927 – 6 x 2 Paysandu (PA). Taça Dr. Paulo Antônio Azeredo (Belém).
8 de dezembro de 1927 – 3 x 1 União Sportiva (PA). Taça Dr. Crespo Castro (Belém).
11 de dezembro de 1927 – 2 x 0 Combinado Paraense. Taça Dr. Dionysio Bentes (Belém).
15 de dezembro de 1927 – 2 x 1 Remo (PA). Taça Dr. Renato Pacheco (Belém).
25 de dezembro de 1927 – 4 x 0 Torre (PE). Taça Chefe de Polícia Dr. Eurico de Souza Leão (Recife).
29 de dezembro de 1927 – 1 x 0 Santa Cruz (PE). Taça Prefeito Municipal Dr. Joaquim Pessoa Guerra (Recife).
1 de janeiro de 1928 – 5 x 1 Sport Recife (PE). Troféu Bronze Sport Club do Recife (Recife).
10 de março de 1929 – 3 x 2 Palestra Itália (SP). Taça Estádio Parque Antarctica (São Paulo).

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

Claudio Falcão do datafogo.blogspot.com,

Rui Moura do mundobotafogo.blogspot.com,

www.bangu.net,

www.flaestatistica.com,

acervo www.historiadordofutebol.com.br

 

 

luizache100a1

 

 

 

"Luiz Aché, você faz parte da história do futebol, e eu Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".