Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ibsonnotombense1a

 

 

 

 

 

IBSON, meio-campo do Tombense, ex-Corínthians, Santos, Spartak de Moscou-Rússia, Flamengo-RJ, Porto-Portugal e Seleção Brasileira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ibson Barreto da Silva, o Ibson nasceu no dia 07 de novembro de 1983 em Niterói no Estado do Rio de Janeiro.

Criado nas divisões de base do clube, o jogador que nunca escondeu a paixão pelo time que o revelou, é filho do ex-olheiro e também apaixonado pelo Fla, Laís Silva.

Chegado á Gávea em 1992, com apenas 9 anos de idade, Ibson assistiu a conquista do Campeonato Brasileiro daquele ano, e passou a rumar os trilhos seguidos por um dos seus ídolos, o mestre Júnior, haja vista que já nas divisões de base, assumiu a condição de habilidoso meio-campista.

Vivedor de dificuldades dentro do clube, que tem passado por dificuldades financeiras há muito tempo, Ibson resistiu aos problemas e esteve no clube encarando árduas situações.

Em 2003, seu último passo na base, antes de se profissionalizar, foi faturar a Taça Belo Horizonte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O fato é que 2003, era sim o ano de Ibson.

Depois de levantar uma taça pelo time de juniores, o atleta estreou no time profissional num Clássico dos Milhões, e com vitória.

A partir dalí, o jogador se transformaria num dos maestros daquele time e se projetaria absolutamente no ano de 2004, sob a batuta de Abel Braga.

Jogando ao lado de atletas como Zinho, Jean e Felipe, Ibson conquistou a Taça Guanabara e o Campeonato Carioca de 2004, além de ter sido vice-campeão da Copa do Brasil.

Aqui Ibson e o amigo Marcelo Dieguez em 2004 na Gávea antes da partida contra o Vasco pela Semi-Final da Taça Guanabara em que o Flamengo venceria por 2 x 0 o rival com gos de Henrique e Felipe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo o Flamengo Campeão da Taça Guanabara de 2004

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

PORTO

Seu talento era clarevidente, o que fez abrir os olhos dos clube Europeus, de forma que ainda ao fim do ano, o jogador já havia se transferido para o velho continente, mais especificamente para o Porto de Portugal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em terras lusitanas, Ibson se sagrou bicampeão português pelo Porto, nas temporadas 2005/2006 e 2006/2007.

Mas a saudade falou mais alto e ainda em 2007, o jogador estava de volta ao Flamengo.

A segunda passagem de Ibson pelo Fla, se deu em circustâncias de verdadeira declaração de amor.

O atleta mesmo sendo pretendido por outros clubes, preferiu ajudar ao Flamengo que vivia uma situação dificílima, correndo inclusive risco de ser rebaixado para a segunda divisão.

Contudo, a experiência unida a dedicação em campo, fizeram com que aquele time protagonizasse uma das mais emocionantes arrancadas já vistas e classificasse o time para a Taça Libertadores da América do ano seguinte.

Já em 2008, depois de conseguir o seu bicampeonato Carioca, Ibson viu o Flamengo ser eliminado traumaticamente da Taça Libertadores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apostando todas as fichas no Campeonato Brasileiro, outro revés poderia tê-lo acompanhado, uma vez que seu contrato estava prestes a vencer e o Flamengo provavelmente não conseguiria renová-lo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto= www.flaestatistica.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No entanto, graças a uma arquitetura da diretoria, o jogador foi mantido e lutou até o fim do certame nacional por uma vaga na Taça Libertadores da América de 2009.

Foi ainda no meio daquela temporada, que Ibson se tornou um dos dez maiores artilheiros do clube em Campeonatos Brasileiros.

Campeão Carioca de 2009, o volante foi em mais um certame, uma das principais peças do Fla.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em pé:Kleberson, Diego, Obina, Angelim, Airton, Welinton, Bruno, Fábio Luciano; 

Agachados:Juan, Josiel, Wilians, Erick, Zé Roberto, Toró, Ibson, Léo Moura, Everton Silva e Emerson.

Foto=globoesporte.com

Ao fim da disputa estadual, entretanto, o atleta passou a conviver mais uma vez com o fantasma do fim do contrato.

O problema é que a diretoria do Fla, capitaneada por Kléber Leite, havia conseguido apenas postergar o contrato do jogador que se encerraria em Julho de 2009.

Depois de esforços que foram classificados de "Herculeos" pela cúpula rubro-negra, o Flamengo apresentou ao Porto, então detentor dos direitos federativos de Ibson, uma proposta que girava em torno de R$ 9 mi.

O clube português, porém, recusou, e Ibson fez sua última partida na sua segunda passagem pelo Fla, contra o Vitória BA no dia 4 de Julho, passando então a figurar na lista dos atletas que contribuiram para a conquista do Hexa Brasileiro.

Na ocasião específica da partida contra o Vitória, apesar de ter perdido um pênalti, o jogador foi ovacionado pela Maior torcida do Brasil.

Confira abaixo os 5 gols mais bonitos de Ibson pelo Flamengo vídeo publicado por: nathanphilipsilvamat.

 

SPARTAK

Quando saiu do Fla, de coração partido, o jogador acertou um contrato com o Spartak Moscou da Rússia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os valores oferecidos pelo clube europeu, é bem verdade, giraram em torno de, pelo menos, R$ 6 milhões a mais. Segundo a mídia especializada Ibson foi contratado pelo Spartak por € 5 milhões (cerca de R$ 13 milhões).

 

SANTOS

 

Ibson é contratado pelo Santos em 2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Novo contratado do Santos, o volante Ibson chegou com moral na Vila Belmiro.

Contratado do Spartak de Moscou, da Rússia, por R$ 9 milhões, o jogador foi apresentado oficialmente a imprensa com a camisa 10, o que gerou brincadeiras pelo fato de a numeração ser a utilizada por Paulo Henrique Ganso.

Surpreso, Ibson negou que tenha chegado para tirar o posto de Ganso e reiterou que a 10 é do maestro santista.

- É maravilhoso ser apresentado com essa camisa e seria ótimo jogar com ela, mas a 10 está bem vestida.

Essa camisa está bem servida: é a do Ganso.

Indagado sobre a numeração que costuma utilizar nos times que defende, Ibson deixou o clube e o técnico alvinegro Muricy Ramalho à vontade na hora da escolha.

- O importante é poder jogar. Não importa o número da camisa.

Sem preocupações quanto ao número da camisa que irá vestir durante a sua passagem pelo Santos, o volante contou que gosta mais de atuar como segundo volante. Porém, não descartou jogar mais adiantado, caso Muricy julgue necessário.

- Posso jogar como terceiro homem no meio-campo também. Não tenho problemas com relação a isso. Minha ideia é trabalhar forte para estar à disposição do treinador. Na posição que ele optar tomara que eu possa entrar e ajudar o Santos.

Copyright 1998-2011 GazetaEsportiva.net

 

FLAMENGO

Ibson é reapresentado pelo Fla em 2012: 'Estava com saudades'

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"O bom filho à casa torna". Assim dizia a camisa que o novo contratado do Flamengo vestiu na manhã desta segunda-feira. Com direito a anúncio feito pela presidente Patricia Amorim, e atraso de mais de uma hora, o meia Ibson foi apresentado como o novo contratado do Flamengo, na Gávea, com status de grande astro. Visivelmente emocionado, o jogador vestiu a camisa 7, feita em sua homenagem e declarou o seu amor ao clube que o revelou.

- Estava com saudades - foram as primeiras palavras que o apoiador disse ao receber o manto rubro-negro da mandatária.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E já voltou ao Flamengo e marcando gols

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Histórico no Flamengo:

1° jogo: 15/06/2003 (Flamengo 2 x 1 Vasco)

Fez 186 jogos e marcou 33 gols até 2009

Anos Time
2003-2005 Flamengo
2005-2007 Porto
2007-2009 Flamengo
2009-2011 Spartak Moscou

 

 

Corinthians

 

ibsonnocorinthians1

 

 

O interesse do Corinthians em Ibson começou logo após o Campeonato Paulista de 2013. Ele rescindiu seu compromisso com o Flamengo no início de junho. Antes, o jogador já havia viajado a São Paulo para fazer exames médicos e adiantar os trâmites com o Corinthians.  

Bologna

 

ibsonnobologna1

 

 

No dia dia 31 de janeiro de 2014, última dia da janela europeia, Ibson rescindiu seu contrato com o Corinthians para vestir a camisa do Bologna, da Itália.

 

Sport

 

ibsonnosport1

 

 

 

No dia 12 de agosto de 2014, o Sport Recife acertou o empréstimo de Ibson, conjuntamente com Diego Souza, para a disputa do restante do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana. O clube anunciou que não renovaria com o jogador, e deixou a equipe pernambucana no dia 9 de dezembro de 2014.

 

Minnesota

ibsonnominesota1

 

Em 24 de fevereiro de 2015 acertou com Minnesota United, clube que disputa a MLS.

 

Tombense

 

ibsonnotombense1

 

 

Em 29 de maio de 2019 acertou com o Tombense, para a disputa do Brasileirão Série C.

 

 

 

 

 

 

Títulos

Flamengo


Campeonato Brasileiro: 2009
Campeonato Carioca: 2004, 2008 e 2009
Taça Guanabara: 2004, 2008
Taça Rio: 2009
Torneio Super Clássicos: 2013
Taça Belo Horizonte: 2003
Taça Desafio 50 Anos da Petrobrás: 2003
Troféu 100 Anos Souza Aguiar: 2007
Troféu CBF: 2007
Troféu Camisa 12: 2007
Troféu 80 Anos da Estação Primeira Mangueira: 2008
Troféu Rei do Rio: 2009


Porto
Campeonato Português: 2005-06 e 2006-07
Taça de Portugal: 2005-06
Supertaça de Portugal: 2005-06
Copa Bes: 2006-07
Troféu Thomas Cook: 2005


Santos
Campeonato Paulista: 2012


Corinthians
Recopa Sul-Americana: 2013

 

Prêmios

  • Melhor Meia Direita do Campeonato Brasileiro: 2007

 

 

 

 

 

Publicado por: Murilo Dieguez

 banner5

Fonte de Pesquisa:

flaestatistica.com,

acervo www.historiadordofutebol.com.br

www.flamengo.com.br;

br.oleole.com;

globoesporte.globo.com;

esportes.r7.com;

www.lancenet.com.br

primeiropenta.net

acritica.uol.com.br

sambafoot.com

pt.fifa.com,

gazetaesportiva,

clique diario

 

 

 

 

 

 

Aqui Ibson e o amigo Marcelo Dieguez em 2004 na Gávea antes da partida contra o Vasco pela Semi-Final da Taça Guanabara em que o Flamengo venceria por 2 x 0 o rival com gos de Henrique e Felipe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Ibson, você faz parte da história do futebol, e eu seu amigo Marcelo Dieguez, O Historiador não vou deixar sua história ser esquecida".